quinta-feira, junho 16, 2011

TUA TEZ

Existe uma infinidade de coisas que estão em ti
E que outros não possuem.
Mas isto é o básico da individualidade de cada ser deste mundo.
Assim não te esclareço nada
E posso até te deixar aflita
Porque em ti eu descobri tantos sinais
Tantas estrelas
De tua pele meio exposta.
Porém Não cabe a mim proceder de forma tão indiscreta e telhudo
Porque devo ter passado assim
Uns anos-luz, antes de tua concepção
Até esta formosura peça de mármore
Que não se desgasta
Posta à minha frente.
E eu que te via por tua feitura
Vendo os caprichos de Deus
Quando novamente ressalto bem pertinho
Buscando um sinal mal disposto
No perfil do teu rosto.
Quando mais uma vez convencido
Ele te punha ao sol para pegar a cor
O sangue, a maquiagem natural
Que foi definitiva em ti.E porque eu falo assim
Com tanto destaque para tua pessoa.
No mínimo eu não mentiEm nada, tudo vi, tudo sei..



Verdade!



________naeno

3 comentários:

Juℓi Ribeiro disse...

Naeno:

Que lindo!

Os sentimentos e a criatividade
se uniram a beleza e sensibilidade de seus versos...
Um abraço.

Laura disse...

A gente quando ama não mente...né? ama e ama e mais nada.

beijito

laura

O sofrologista católico disse...

Existem duas formas de destruir a misericórdia: eliminando o pecado e eliminando o perdão. Estas são precisamente as duas atitudes mais comuns nos dias que correm. Numa enorme quantidade de situações não se vê nada de mal. Naquelas em que se vê, não há desculpa possível. As acções do próximo ou são indiferentes ou intoleráveis. O que nunca são é censuradas e perdoadas. O que nunca se faz é combinar o repúdio do pecado com a compaixão pelo pecador.

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping