domingo, março 04, 2007

VIGÍLIA

Quando chegares da distância,

Ainda não estarás comigo,

Quando entrares nos meus braços,

- meu abraço-

Ainda não estarás comigo

Quando entrares em nossa casa,

- na nossa casa –

Ainda não estarás comigo

Quando deitares no meu leito,

No meu leito – no meu leito –

Ainda não estarás comigo.

Quando estiveres bem no centro

Até o profundo do meu ser,

Ainda não estarás comigo,

Ainda não estarás comigo.

Quando deitares no teu leito,

- no teu leito –

E quando aos adormeceres

- dormires –

E quando a noite escurecer

- tudo escuro –

Quando eu, vigília, dentro do teu sono,

Sentir que dormes, teu sono merecido

Aí, tu estarás comigo,

Estarás comigo – estarás comigo,

Aí amor, estarás comigo.

11 comentários:

Aline Rodrigues disse...

nossa!que lindo!!
muito lindo mesmo!!!
bjos querido

Rosa de Saron disse...

Maravilhoso........tenha uma boa semana.

MEU DOCE AMOR disse...

Olá Naeno:Obrigada pela tua visita.Só agora é que aqui vim,pois não tenho tido acesso ao canto.Desculpa.

Gostei das tuas palavras.de todos os poemas.Belos!

Beijinho doce

Alequites disse...

Belo!

Alequites disse...

Belo!

Ursula disse...

Passei aqui pra te deixar um beijo e ler suas lindas letras.
Beijos

Freyja disse...

escribes muy lindo Naeno
besitos y una linda semana

Sonhos e Devaneios disse...

Vim agradecer a visita feita a meu blog e dizer que tens um belo canto repleto de sentimentos agradaveis.

beijos

joao

camila disse...

te doy las gracias por tus saludos en mi blog
escribes muy lindo
kiss

Freyja disse...

gracias Naeno por tus saludos y tus palabras
tu eres un gran poeta, sigue llenando el mundo de versos
besitos y cuidate



besos y sueños

Ema Lúcia disse...

Naeno, muito lindas suas poesias se me permitir gostaria de publicar algumas em meu blogger, posso?
Te conheci atraves do Arcanjo Poeta.
Um abraço
Ema Lúcia

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping