terça-feira, agosto 14, 2007

TE PERDÔO

Te perdôo
Por não teres aonde ir com o meu coração.
Se o teu carrego sempre em minhas mãos,
Como uma hóstia, antes de ir á boca,
E encher meu peito de aflição.
Te perdôo
Como já fiz tantas vezes
Em que errou meu nome, vão
E a casa onde moro sabendo aonde ias,
Com o endereço em tuas mãos.
Te perdôo
Por amares mais as flores
Que a mim, e em teu jardim
Há mais delas do que eu,
E mais esterco do que cores.
Te perdôo,
Te perdôo com a decência
De esquecer tua dormência,
O dia todo passas com a minha ausência.
Te perdôo
Por não me deixar uma fresta
Se de mim nada mais resta,
Se até o meu nome trocas, nunca acertas.

8 comentários:

Mila disse...

Intenso... triste... abnegado...
Acho que não saberia amar assim com tal desprendimento... se é que sei amar...
Beijos Mila

Ricardo Rayol disse...

Me desculpe meu amigo mas esse seria um poema do presidente do panamá para o seu colega Lula da Silva?

naenorocha1@hotmail.com disse...

Pode ser. Caberia perfeitamente.

Um abraço meu amigo RR

Leticia disse...

Retribuindo a visita encantada com o blog, lindo!
Perdoar é um dom divino que ainda não alcancei,admiro quem consegue.
Vc é músico?!

naenorocha1@hotmail.com disse...

Sou músico, conhecido por aqui e em alguns centros do Brasil, onde já fiz apresentações.
Tenho 3 cds vravados e agora concluindo o quarto.

Um beio, obrigado pelo comentário
Naeno

Carreira disse...

Perdoar não é tarefa fácil.
Só se torna simples perdoar quando há AMOR.

Iara Alencar disse...

oi
perdoar é dificil, a gente apenas esquece os fatos.

quem voce disse que me ajudaria??

Saramar disse...

Acho maravilhoso esse verso triste:
"te perdôo".
Os outros todos, são a dor desse amor ignorado, de propósito, deixado de lado.
Lindíssimo!

beijos

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping