sábado, junho 09, 2007

PROCISSÃO DAS FORMIGAS

Procuro o sentido
Do caminho das formigas
E de verdade não sei
Pelos rumos aonde vão
Caminhando à frente
E fazem da frente
O lugar do seleiro
Onde tiram e botam.
E andando o contrário
Elas vêm mais carregadas
E vão na ida
E da mesma forma na volta.
O que lhes preocupa é a folha
Não o chão, não o rumo pontilhado.
Disperso o meu olhar
Vai sem nexo,
Carregado de outra dúvida
Uns pingos que se mexem
Voluntariamente, mas parece à toa
Que não andam perdidos
Seus pezinhos que voam.
Não há marcas das formigas
Pelos caminhos que palmilham
E se alguma marca houvesse
Fácil dava pra identificar,
Pra onde é que elas vão,
De onde vem é que elas vêm.

5 comentários:

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

( `♥.¸*O*
`♥.¸ )**P*
( `♥.¸***T*
`♥.¸ )****I*
( `♥.¸*****M*
`♥.¸ )**O*
( `♥.¸***
`♥.¸ )***F*
( `♥.¸***I*
`♥.¸ )****M*
( `♥.¸******
`♥.¸ )*D*
( `♥.¸**E*
`♥.¸ )*s*
( `♥. **E*
`♥.¸ )***M*
( `♥.¸****A*
`♥.¸ )*****N*
( `♥.¸******A*
`♥.¸ )*P*
( `♥. **R*
`♥.¸ )***A*
`♥.¸ )*T*
( `♥. **I*

Bjos

Saramar disse...

Que maravilha!
Uma música, quase, de tão melodioso!
Você é sempre surpreendente com essa criatividade transbordante.

beijos, bom domingo

lili disse...

detesto fomigas , por isso mato uma e as outras vem logo para fazer o feneral a que matei hehehhehhehehhe bom domingo

Frankie disse...

Gostei, simplesmente...

Rosa de Saron disse...

linda ddd+++++++++++++++++++++++++
sou formiga.

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping