sexta-feira, julho 27, 2007

PAUTA

Eu queria fazer um poema
Assim, métrico,
Tenso, como um fio elétrico
Para que todas as manhãs
Os pássaros viessem pousar e cantar.
Eu queria fazer uma música
Na pauta tensa da rua,
Para todas as noites, a lua,
Tocar nela e rebrilhar.

8 comentários:

Kall disse...

Naeno passei por aqui durante a semana e estava dando erro mas enfim consegui passar aqui te ler e te deixar um beijo carinhoso.
Que seu fds seja perfeito.

Maria Elisa disse...

Amigo Naeno. Adorei este poema ,sobre a forma de músia e natureza,pois que tua noite e lua,seja uma poesia constante em tua vida poética.
Beijinho bom fim semana,maripossa

Naeno disse...

Kall, você estava fazendo falta, e umma falta que a gente, longe via um espaço aberto.
Quebom que vocÇe retomou o nosso contato.

Um beijo
Naeno

Rosa Magalhães disse...

Perfeito. E esse diagrama aí me trouxe uma lembrança tãããão boa! Hummmmm. Por quê será que gosto tanto de vir aqui? rsrs. Beijos, bom findi!

suruka disse...

Lindo de se ver
e de ser ler.

Abraço

Paulo Tabatinga disse...

Naeno,
Ouvi o cd que vc me presenteou. eu estava ansiso para poder ouví-lo. adorei. adorei. adorei. para mim não é supresa saber que todas as músicas poderiam ser lindas. e algo mais... é uma perfeição vinda do interior. "Talvez vc seja o último romântico" além desses litorais atlanticos. Fiz até um poeminha pra vc.

A tua voz vem do interior
e como chuva penetra o chão
fazendo brotar flores
fazendo nascer amores
que vive no coração

és como um passarinho
canta quase sozinho
no ninho do teu amor

canta canção de acordar
aos que vivem dormindo
aos que vivem sem sonho
ou não querem sonhar

Paulo Tabatinga

Paulo Tabatinga disse...

Pode ser: "no teu ninho de amor"

Um Grande Abraço!

Paulo Tabatinga disse...

...Fazendo nascer amores
que vivem no coração

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping