quinta-feira, abril 05, 2007

MEU MENINO
O menino que fui está distante
Andando sobre algum lajedo,
Vendo o resto de água acumulada em poças
Poças que ainda cabem peixes,
Proporcionais ao buraco, ao tamanho de mim.
A essas horas.
Falo das poças dos peixes de ornamento
Querendo saltar o menino, que por aí chora.
E tudo eu faria para ir buscá-lo,
Ter sua companhia, minha que falta
Um pedaço que ficou, melhor
Do que o que se ajoelhou , rezou e partiu.
Eu queria o menino aqui comigo,
Mas como reverter as luas, transgredir as estrelas,
Os invernos que começaram e findaram,
Tantos peixes que no fim morreram.
Mas eu, se me conheço,
Não me dei tempo, e assim mereço.
O menino chora, a essas horas,
Em que as cigarras cantam pro além,
Cantam pra ninguém,
Ninguém quer escutá-las.
Onde pisam aqueles pés riscados de urtigas,
Onde anda o menino, que a mim fustiga,
Sua desaparição, seu conforto de algodão,
Suas conversas longas e boas,
Tempos sorrindo à toa.
Com quem ele parece com as mudanças
Que à ele não se assentaram,
É do mesmo rosto, dos mesmos olhos,
É dos mesmos dias, que não se passaram,
Dos mesmos sonhos que não aconteceram.
As estacas de unha-de-gato
Devem estar ainda encostadas no pequizeiro,
Definhadas.
Não suportam mais a casa que sonhávamos fazer,
Uma morada de quinze palmos de largura
E nove mãos de altura.
Lá íamos morar agregados de meu pai.
Mas quem para me ajudar agora,
Cavar, fincar estacas, subir a cumeeira,
Bater o piso de malho.

6 comentários:

Enfim... disse...

Está fantástico

uma boa pascoa para ti e para a tua familia

bjokas

naenorocha1@hotmail.com disse...

Obrigado Enfin pelo teu comentário valoroso.

Um beijo, e que Deus de proteja.

Naeno

Ana Patudos disse...

Obrigado por suas palavras no meu pequeno espaço.
Vim visitar o seu cantinho e gostei do que li e vi, adoro poesia você tem uma escrita linda aqui.
Volte quando quiser , pois para gente amigo , deixo sempre a porta aberta a quem vier por bem.
beijo
Ana Paula

Era uma vez um Girassol disse...

Poeta sentido, fácil poemar...
Agradeço o poema deixado no girassol e desejo que tenha uma Páscoa Feliz!
Beijo

Phiwuipa disse...

Não podia começar a comentar sem antes agradecer a visita pelo meu (blog) e as tão simpáticas palavras :)! Um comentário que irei ler muitas vezes...

Quanto a este post... Muito bem escrito, que muito dele se pode "tirar" :)!

*Beijinhos*

Paula Negrão disse...

Todos temos um pouco da criança que fomos dentro de nós.

beijo,
e boa páscoa.

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping