sábado, julho 22, 2006


COMO DÓI

O trem nos trilhos não canta,
agora e nem nunca mais,
onde era estrada de rio,
hoje é vereda de gado.

As porteiras desse tempo,
eram entradas de vida,
hoje por elas só passam,
tristezas em correria.

As pelmeiras, de eu, menino,
tremiam fortes, viçosas,
hoje elas tremem de medo,
da pena de viver só.

Ai como dói,
como dói, lembrar, teimoso.

Ai que saudades que tenho,
da infância da minha vida
que era mais cedo acordada,
e era mais tempo vivida.

5 comentários:

oldtownboys disse...

Here are some links that I believe will be interested

uderhood disse...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»

steelboy28 disse...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»

oldtownboys disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site! Keep up the good work. Thanks.
»

upssidetown disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping