segunda-feira, julho 24, 2006


Sou, como um poeta

Sou, como sou, poeta,
Vivo numa linha reta,
Num parealelo de mim.

Vou, como sou, sozinho,
Um rio que não se encontra,
Que faz a curva no estio
E se deságua na sombra.

E eu sou igual a outros,
Atordoados, despertos,
que vêem o céu refletido
E acham que a lua é perto.
Sou como uma saudade,
Capricho da minha idade,
Eu gosto do pranto,de ver chorar.

Sou como um saudade,
Carícias na minha idade,
Eu gosto de pranto,
De ver chorar.

5 comentários:

senhor Raiz disse...

Ola viva
gostei muito do teu poema gostava que lesse o meu blog e me enviasse o teu endreço.
Eis o meu : www.marascoly2.blogspot.com
email : marascoly@yahoo.fr

oldtownboys disse...

I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

psonica disse...

I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
»

psonica disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»

psonica disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping