quinta-feira, setembro 21, 2006





















EU SÓ QUERO AMAR

Da vida, eu me reiniciava,
de tudo o que vi, voltava,
com o olhar mais perdido, agora,
outrora ver, se ela a mim oportunizava,
mexer naquilo que está quieto,
fazer de tudo o que quero,
puxar cadeiras dos lugares,
por a mesa de frente pro sol.
Em tudo, eu desordenava,
varava de pernas pro ar,
corria prá qualquer lugar,
entregava-me junto com a flor,
e amar com a intensidade,
de amar e ser amado.

Voltava no tempo, à hora,
até ver minha mãe com dores,
abria a boca a chorar,
amor, só queria volar,
amor, sõ querial amar.
naeno:2006

Um comentário:

Raquel Heloisa disse...

O que é isso?
Quem é entra na minha página, no meu espaco, deixa um poema e depois desaparece como uma sombra?

Sr. artista, fiquei muito feliz com seus versos, fizeram meu dia e minha semana mais alegres.
Estou lendo-te agora... e estou gostando muito.
Enfim Naeno, parabéns por seu trabalho!
Obrigada pela visita no meu diário. Um abraco!

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping