sábado, setembro 23, 2006

















A NEGAÇÃO DE S.PEDRO
Baudelaire

O que é que Deus faz com as maldições e troças
Que sobem todo dia aos seus caros anjinhos?
Como um tirano farto de carne e de vinhos
Ele dorme ao som doce das blasfêmias nossas.

Os soluços dos mártires e torturados
Devem mesmo compor a melhor sinfonia;
Apesar da volúpia de sangue e agonia
O céu ainda não está bem saciado!

Ah, Jesus, lembra o Jardim das Oliveiras!
Humilde, de joelhos sobre a pedra dura,
Oravas àquele que ria da tortura
Que iria magoar a tua carne inteira.

Ao ver cuspirem sobre tua divindade
A ralé das cozinhas e os guardas mesquinhos
E ao sentir enterrarem-se os espinhos
No crânio onde vivia a imensa Humanidade,

Quando o peso horrível do teu corpo quebrado
Distendeu os teus braços, e quando teu sangue
E teu suor rolaram sobre o rosto exangue,
Ao ser diante de todos crucificado,

Será que sonhavas com os dias tão belos
Da tua vinda, promessa do livro eterno,
Da tua chegada, sobre um burrinho terno,
Pelos caminhos cheios de ramos singelos,

Quando, o coração repleto de esperança,
Chicoteaste os vendilhões com valentia
E eras mestre? O remorso não teria
Entrado no teu peito, mais fundo que a lança?

- Quanto a mim deixarei satisfeito, decerto,
Um mundo onde a ação não é irmã do sonho;
Morro, mas, se puder, o ferro ao ferro oponho!
São Pedro renegou Jesus... estava certo!

Um comentário:

Sarah disse...

olá Naeno!
Recebi sua visita e gostei muito da sua música, poema. Obrigado pela visita, pelo que me escreveu ... e desculpa a demora em vir aqui, mas é que ando ocupadíssima.
Gostei do teu espaço e de saber que vc é instrumentista, vou te linkar por lá ... Volte sempre que quiser. Voltarei aqui também!
Bom fds
;-)

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping