quinta-feira, setembro 28, 2006











VIDA

A vida é o dia de hoje, a começar de outrora,
a vida são os ais, que se empalam em silêncio,
a vida é nuvem promissora, que se evapora,
a vida é fronde de uma árvore em decadência.
A vida é um sono leve, que não deixa sonhar.
A vida é neve, com o sol incindindo sobre ela,
A vida é mais leve de todas as penas,
é a mais imobilizane de todas as algemas,
a vida, por mais enganosa, que pareça é,
curta como a estratégia de um falcão,
dura como pedra ancestral, natural,
frágil, como folha desgarrada do caule,
fácil de ser apanhada, como colher algodão.
naeno:apanhados

Um comentário:

Labellaluna® disse...

Mas que delicia... muito gostoso ler vc... vc escreve muito...
Tem 3 cds gravados já??
Manda pra mim que coloco vc nos talentos do meu site de mids.. http://labellalunamidis.com.br
Obrigada pelos poemas no meu coment... me emocionou muito
beijo grande;)

http://puralua.zip.net
http://nabolsadamulher.blogspot.com
http://nosbaresdavida.blogspot.com
http://newsblog.com.br

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping