segunda-feira, setembro 04, 2006





TRIBUTO A G. DIAS

MInha terra tem palmeiras,
onde canta o assum-preto,
ha tardes onde o horizonte,
aponta pro mundo inteiro,
não penso que nunca volto,
meu medo é não retornar,
aos braços de quem deixei,
num asceno triste, na tarde,
e é por isso que nunca dei,
por conta das aves daqui,
nem vi se palmeiras tem,
mas lá, no meu paraizo,
amor, saudade, issso tem.
e tem meu amor esperando,
da forma como deixei,
confiante em minha volta,
e chorará na volta, eu sei,
do seu amor verdadeiro,
do seu amor cuidadoso,
amor perde o sentido,
de ver em outros destinos,
um amor assim, saudoso.

naeno:040906




Um comentário:

introditado disse...

caro naeno
venho por este comentrio lhe pedir encarecidamnete q me diga
q cds vc gravou
e onde posso encontra-los
e q artistas já gravaram musicas suas
a letra desta musica
MEU AMOR II
(naeno/climério ferreira)

Meu amor,
Quem te ensinou ir embora,
Sem deixar em mim qualquer lembrança.
Deixando dentro de mim um rosto triste
Dentro de mim uma cidade,
Dentro de mim uma criança.

Meu amor,
Quem te ensinou a ficar,
Sem deixar em mim qualquer prazer
Deixando, dentro de mim,um rosto feio,
Dentro de mim,um aperreio,
Dentro de mim uma lembrança.

José Nazareno Batista da Rocha - NAENO
já escutei na voz de alguns artistas
gostaria de saber quais
preciso deste material
pois amo essa musica
me informe pelo email
casatavares@gmail.com
obrigado pela atenção

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping