segunda-feira, janeiro 15, 2007

A LUA E O MAR

A lua se ver no mar refletida.
E fica a retocar o seu rosto.
Puro pensamento descabido
A lua não se retoca.
Nem fica a se olhar distraída.
Não usa desses artifícios
O mar é quem se vira pra sua beleza
E fica a lhe embalar, a noite inteira,
Como se dormisse com ela em seu leito.
É uma miragem que ele ver
Vê-la adormecida, ali juntinho dele.

Sem saber que a lua percebe
O mar exagera e se bota a cantar,
E cada onda é um pedaço de uma canção,
E mais delira, e a lua fica...
Naquele leito frio até que o sol apareça.
Mas a paixão do mar é a lua,
E ela assim se insinua,
E quando o mar quase não mais a enxerga,
Ela o iludindo, já por vaidade,
Diz já vou! Quando for tarde da tarde
Eu volto para este lindo leito.
E dormirei contigo, cantarei contigo
E te ouvirei, músicas que eu não sei,
Pois te ouvindo não dormirei,
Nem meu caminho largarei,
Por traz de traz me guardarei.


'leia ANTONIO'

2 comentários:

Susana disse...

Oi.
Amei o seu poema no meu cantinho.
E fico feliz por se sentir conforyavel no meu cantinho.
Pode passar lá e deixar as suas palavras tão lindas sempre que quiser.
Você além de escrever também toca?
Gostaria de ouvir, se as músicas forem tão lindas como as suas letras, eu vou adorar.
Que em seu coração permaneça sempre esse dom especial de amar em palavras...
Beijos

Cris Penaforte disse...

Olá! tudo bem?Desejo que sim...vc esteve me visitando, porém, não deixou seu endereço p/ que eu retribuísse a visita, por coincidência, visitando um Blog vi seu nome lá e cá estou eu...Retribuindo a sua visita e conhecendo seu Blog, gostei viu?Parabéns! Vou linká-lo, posso?
Apareça, hoje tem post novo lá!
Uma boa semana, Bjs, Crisssss...

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping