quarta-feira, janeiro 17, 2007

VIDA

Sou um vazio tão imenso e fundo
Que tudo que me ponho vira vazio,
Uma casa desalojada
Que o número ostenta,
Um atrativo à vida, que nela entre,
E constate o seu vazio, vazio,
Nada ficou a não ser seu nome,
Sua essência, casa.
De tijolos, telhas, e tinta.
Assim eu a imito. E ela?
A casa se imita.
Uma pedida que não vale,
E se a depender dela,
Passará dias, meses e eras,
Vazia, com a aparência de casa.
Parecido, fiquei de pé,
E ao me levantar vi tudo cair,
Tudo o que jogara dentro
Do vazio, vazio, por onde tudo sai.
De consistente, um arremedo de obstáculo,
Onde o que acresço pode enganchar-se
Só a sua essência de ossos e carnes,
De deduções, de calamidade.
A minha vida anda assim, meio leve,
Tênue, que se eu voar, ninguém me pegue
.

'leia ENTRE EU E DEUS'

11 comentários:

Ursula disse...

Gosto sempre de passar aqui pra ver as coisas lindas q vc escreve!!
Beijos querido

Flávia Nogueira disse...

Olá! Vim retribuir a visita que vc fez lá "em casa", onde tomou "Diazepan com gin"!
E que linda essa poesia de hoje! Tem dias que me sinto assim... Mas passa.
Beijos

Amaral disse...

Obrigado pela visita e pelo comentário! Em breve, vou dar lá uma resposta.
O facto é que vim aqui ler um pouco e fiquei mergulhando nesta poesia que se espraia pelos posts aqui de baixo, e vejo coisas muito boas de ler.
Este "Vida" deixa entrar uma réstea de luz, que altera imediatamente o seu interior... e isso é bom!
Tão bom que o vazio pode dar lugar à imensidão que é o sentimento que se desprende da liberdade de voar...

estrellita antigua disse...

hola!
ojala puedas llenar ese vacio algun dia.
gracias por tu visita

Anônimo disse...

Que delicia para o olhar e paz para o espirito...ler os seus poemas!

Em todos eles...sinto uma paz que me acalma!

Gostava de ouvir as suas músicas...

Obrigada pelo comentário deixado lá no meu " cantinho"!!

Beijos da amiga
Maria

antona disse...

Obrigado por tu visita,me han impresionado las fotografias de la cabecera.
Um abraÇo

Ludimila disse...

Oi moço...não me senti ofendida não...não tem por que me pedir desculpas, viu?
Um abraço!

Anônimo disse...

Olá, obrigada pela visita.
Tb gostei de estar aqui e de ler os seus poemas.
Até breve
Beijos e abraços
Marta

marmota disse...

Una casa vacía no es casa si no tiene vida . Belleza en la sonoridad de tus lineas . Saludos.

Noa- disse...

Obrigada por tu visita a mi pequeño rincón.

Saludos

Anônimo disse...

Tocante maneira de nos doar a poesia do teu sentir, caro Naemo.
Obg

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping