domingo, janeiro 07, 2007


REZA

Puxo ou não puxo a ladainha extensa,
Sem que a pretensa vontade de ganhar,
Apareça em letras formas que apenas,
Aconteça um fato, algo pra se contar.

Baixo ou não baixo a litania das chuvas
Não que se deseje água ou coisa assim
Apenas um ritual que a alma saúda
E sempre se espera tudo isso de mim.

Desço ou não desço o terço que conta
Uma extensa estória de Aves de Santas,
E um Cristo no meio e também na ponta,
Mas que sempre certo, se reza e espanta.

Tiro ou não tiro desses ventos podres,
Tudo o que morreu e apodrecido está
Puxo, baixo e desço, e o Deus dos pobres,
Há de fazer tudo, tudo exposto está.
naenorocha

Um comentário:

legivel disse...

Com fé e perseverança todos (ou quase todos) os nossos desejos se concretizarão. E as dúvidas (ou indecisões) também.

abraço amigo.

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping