sábado, agosto 19, 2006


DESENCONTRO

Se um dia eu te reencontrar,
não vou reconhecer-te.
Quando eu te via perto,
te via com o teu amor,
com a juras de quem deseja,
além da vida aliada,
entrarmos um por dentro do outro,
No teu amor eu confiava,
tanto, tanto, que a ti me dava,
sem o temor dos que hesitam
amarem e não serem amados.
Se um dia eu ver-te de novo,
não será com os mesmos olhos,
que não te reconhecerão,
serás prá mim uma estranha,
e eu estranharei se falares,
em mim, em ti, ficarei,
atormentado, de estar,
falando com outra pessoa,
traindo, por força, à toa,
o amor que ainda amo.

naeno:190806

Um comentário:

Schüco Dourado disse...

oi, Naeno, sou eu quem tou testando algumas coisinhas em html, mas eu não sei porra nenhuma, semana passada quase perdi tudo q tinha incrementado.

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping