domingo, outubro 29, 2006

PEDIDO















PEDIDO

O mundo a quem muito pedi, deu-me um amor.
Um amor perigoso, ornamentado de medalhas,
Um amor presunçoso, que fez de tudo retalhos
Um amor inexistente oco e sem luz no telhado.

O mundo a quem tanto implorei, deu-me amor,
Que a duras penas, comecei e não recomecei,
Por não achar nele um natural gesto, sem alma,
Um amor escorraçado, tribal, e nem pontilhei,

Um caminho seu eu não segui, todos fidalgos.
E como reentregá-lo ao mundo, deixar, dispor,
Do que eu não mereço, não quis, ameaçador,
O mundo foi sacana comigo no final, me deu,

Em vez de amor, uma flor, vá lá, eu, procurar,
Deu-me um elmo, espada e armadura, férrea,
Não me deu o amor, que eu buscava, amar.
Um cão raivoso, um vilão em bote de espera
.
naenorocha

Um comentário:

nandaevc disse...

Opoema que vc deixou foi tão delicioso...Li, reli, e não resisti vir aqui conhecer...Que presente!
Carinho,
nandaevc

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping