sábado, dezembro 16, 2006

AMOR

Amor um dia acaba.
E fica o quê dessa ilusão?
Um peito cheio de mágoa,
Vazio um coração.
Amor um dia passa,
E o que se vê do furacão,
As mãos tateando nada,
Faltando aos pés, o chão.

Amor, te disse
Que não era tão somente,
A pele rente, um beijo ardente
Se molhar.
E fico nisso, amor, pensando,
Ah, se tu visses,
Quando me disse,
Amor não pode acabar.

Amor um dia acaba.
naenorocha

4 comentários:

Sarah disse...

Acho que quando se ama de verdade não acaba não ....
Pensava ser amor o que era puro fogo de paixão? (muitos se enganam achando ser isto amor de verdade)

;-)
bjs

Naeno disse...

Falou, quem eu queria ouvir. Concordo contigo. No entanto o amor que me refiro não é o amor refinado, é o pressuposto amor. Observas quando eu digo na segunda parte ... amor te disse, que não era tão somente. A pele rente, um beijo ardente, se molhar.....

Samara Angel disse...

oie que linda poesia e vc um atentico poeta ,amei suas palavras que dizem num tom ameno e singelo ,um sentimento maior, posso te linkar no meu blog? assim nao te perco e virei sempre te ler ,adoreii tudo aqui,parabens,deixo meu carinho e um lindo fim de semana ,bjss

Roberta disse...

Depende do amor...
depende da intensidade do amor...
aí ele pode vir a se acabar ou ñ...
tb depende do jeito como as pessoas se envolve nesse amor...
quero desejar a ti um fim d semana lindo...
bjussssss

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping