quinta-feira, dezembro 21, 2006

CANTO

Alguém cantando é como está falando
Ao mundo inteiro por um sopro penetrante,

Sua voz se espalha, harmoniosamente
Como uma bruma a cobrir a natureza.
É alguém que quer ser notado
Pela versão melódica de suas palabras.
Efeito que, quando se fala, a alguém direto,

Do modo usual, palavra, só, palavra, não se sente.
Cantar é uma versão da fala, o de encantar.
Quem canta quer se ouvir chorando e rindo,
Não espelha seus gestos, a sua boca, não cita
Palavras comuns. É como se outra língua pronunciasse,
A letra que se melodiasse, e se molhasse de pranto,
Gota a gota, palavra por palavras, gesto por gesto.
Certo é, que se em vez de falássemos, como calados,
Porque é o tom e o som que as palavras faladas emitem,
O mundo assim ficaria mais triste, e só conversa,
De saudações vazias, vivêssemos, não cantando.
Quem canta mostra um coração, uma caixa ressonante,
E não só a boca externa palavras que podiam serem ternas,
Que em sinais se transformassem.
Rezo, a que todos cantem, que em vez da fala seca,
Palavras com as mesmas letras tenham esse soar ameno,
O canto, a oração, que a alma faz, com melhor intenção:
Furar as ondas que são obstáculos à palavra,
E mais direto a Deus, sua presença se faça logo chegar.
Cantar não é um dom que poucos tem,
Como falar, é comum também, ser melodia todas as letras,
É algo possível, e dado a qualquer um fazer.
Quando as pessoas descobrirem, por si mesmas,
Cantando, em vez de falando, e gesticulando, vãs,
Que o canto em vez da caminhar rasteira
Por onde tendem as palavras,
O mundo seria um coral sem fim, um louvor, assim
Como fazem os anjos reunidos em todo entardecer
.

naenorocha

4 comentários:

Anônimo disse...

Naeno, lindos seus textos, vc já publicou algum livro?? :)

Feliz natal querido!

Michele disse...

Curiosamente, nestes últimos dias, voltei a cantar... Mesmo. Tenho testemunhas! rs

Mas vim aqui por um motivo especial. Estou te mandando um e-mail neste momento. Confere lá.

Beijo!

Michele disse...

Oi de novo! Amigo... Só agora consegui mandar aquele e-mail. Se o yahoo não me passou a perna, ele já deve estar na sua caixinha. Beijo!

Annie do Japão no Brasil disse...

Um poema meu para ti:
Chuva

Eu queria que chovesse agora
E que você fosse chuva
Que chovesse muito...
E que fosse suave, sempre constante
Que cada pingo caísse devagarzinho
Escorresse no meu rosto
E que seu frio fosse gostoso
Arrepiasse a minha alma.

Eu tomaria essa todinha
Esperaria sem pressa ela cair
Ficaria observando cada nuvem no céu
E elas me trariam mistério
Aumentaria meu desejo ainda mais.

E quando ela começasse a cair
Eu ficaria totalmente linda e nua
Ajudaria meu corpo a se refrescar
Admiraria cada gota que estaria em sua forma mais natural
E sentiria o deslizar dessa chuva deliciosamente
Que num momento de êxtase se faria tempestade
Deslocaria-se de um passe da natureza
E seria simplesmente fenomenal
Um ato refrescante
Que me deixaria molhada
Logo após eu cairia como ela
E dormiria mansamente.
Fica bem viu!

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping