segunda-feira, dezembro 18, 2006


QUANDO

Qando, amor,
de novo eu vou te ver.
Não suporto mais
tanta saudade.
Eu dei, prá contar o tempo,
pra sonhar com o vento
que o teu cheiro traz.

Quando, amor,
de novo, é que eu vou ter,
teu corpo inteiro,
enchendo o meu abraço?
Aí eu, estarei no céu,
tirarei teu véu,
choro nunca mais.
naeno

Um comentário:

Aran disse...

Bonita saudade essa... assim expressa... Obrigada pelo comentário e visita no meu cantinho... Tens aqui belos poemas... Gostei de te ler e de conhecer... Jinhos e inté...

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping