quinta-feira, dezembro 14, 2006

NAQUELA MANHÃ
para Ellis Regina/no seu dia

Naquela manhã,
O sol banhou teu corpo, impune,
Só prá depois fugir de ti.
E te levar bem longe, sem revolver,
E a nós, deixar sem voz.

Naquela manhã,
Eu pressenti o tempo escuro,
Do litoral ao centro do Brasil,
Porque acordei inquieto,
Com aquela música,
Me perseguindo, de perto.

E eu senti que era noite no meu coração.
E senti que findava em ti, a paixão.
Naquela manhã....

4 comentários:

Tagarela disse...

vim retribuir a visita e acabou me apaixonando por isto aqui...
Elis logo de cara...
AMO essa mulher...
volte sempre ao meu blog! ;)

beijo!

Luar disse...

Essa Mulher que era Menina ao mesmo tempo cantava com a Alma e não só com a voz.
Claro que adoro o meu Portugal mas também sou a 1ª a chorar as tantas coisas más que temos principalmente quando nos anrmamos em "moderninhos" e só importapos o pior que os países "ditos" civilizados têm....
Beijinho e obrigada pela visita

Mary Help disse...

Adorei sua visita e adorei seu blog...se não importáres, irei colocá-lo na minha relação de blogs amigos, ok?
Dei um paseio nesse seu cantinho até o finalzinho...adorei tudo, poemas lindos e tudo mais..., porém, tive que parar aqui, pois eu sempre fui fã de Ellis Regina e no dia que ela se foi...assistí tudo pela TV, pena não poder ter ído ver a cerimônia...!
Bom, volte sempre que quiser e puder, deixo aqui um beijinho no seu coração e desejo que seu Natal seja radiante e seu Ano Novo, BRILHANTE!
Com carinho, Mary Help!!!

Mary Help disse...

Eu quis dizer, passeio...rs...mas já que voltei para me corrigir...novamente, FELIZ NATAL!!!
Mary Help!!!

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping