quarta-feira, dezembro 20, 2006


NÃO TEMAS

Não temas, flor, que o passado
Há tempos jaz apagado
Nas brumas do esquecimento...
Meu pranto fez-se alegria,
A treva tornou-se um dia,
De mágoa foi-se o lamento.

A noite densa de outrora
Desfez-se, pois surge a aurora,
Bendita do teu sorriso...
Minhalma delira e canta,
Ante e meiguice de santa
Que no teu rosto eu diviso.

Na quadra dos tempos idos,
Arrubos tristes, gemidos,
Soltava o meu violão a chorar...
Mas foi-se a mágoa, revivo,
Embora louco e cativo,
Cativo do no teu olhar.

Deixa o receio, que eu vejo
Toda a ventura que almejo
No teu perfil sedutor...
Não temas, flor, que o passado
Morreu, de luz suplantado
Na madrugada do amor.
naenorocha

3 comentários:

Ricardo disse...

Olá Naeno! Seu blog como sempre muito legal! Abraços!

Grace Olsson disse...

ENVIEI EMAIL PRA TI COM O BLOG...BEIJOCAS

Flavynha disse...

Meu querido amigo,
O Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa estar voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Jesus. Que ele esteja sempre dentro de seu coração e que você e sua família sintam mais forte o significado da palavra amor. Que o Senhor ilumine o seu caminho e transforme o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade.
Feliz Natal!!!!!!!

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping