sábado, dezembro 16, 2006


ESPECTRO

Ainda te guardo o sorriso,
prá quando der de voltares,
ainda tenho comigo, saudade
em todos os meus ares.

Levo comigo uma imagem,
que em todo jeito é a tua,
que se reflete em meus olhos,
mirando céu, mar e lua.

Quer ser meu corpo tua casa
e eu quero dar moradia,
pro teu descanço, prometo,
fazer de tudo, queria.

Tenho o capricho incompleto,
fostes sem me saciar,
e o meu desejo é infindo
nada lhe pode aplacar
.
naenorocha

Um comentário:

Lola disse...

Desejo que não tem fim, nada aplaca, mas é tão bom sentir.
Te coloquei no meu blog, colega, distante!
Beijo

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping