terça-feira, outubro 03, 2006














RAINHA

Rasgue-se o meu peito,
e se mostrará o meu coração,
rasgue-se meu coração,
e se descobrirá o meu amor.
Tal como uma abelha rainha,
sugando o nectar da flor,
a flor que nunca deixo,
faltar ao meu amor.
Meu amor, que nunca,
deixo faltar uma flor.
naeno:031006

Um comentário:

Felipe disse...

Oi Naeno!
Valeu a visita ao Liperama.
Ainda não tinha visitado seu blog. Acho massa você poder deixar fluir sua veia poética e poder oferecer essa produção criativa para que as pessoas conheçam seu trabalho.
Mande ver nessa criação. A meu ver, o melhor da escrita é escrever, é curtir a escritura sendo feita, viajar nela, trazê-la para a luz e se banhar na luz que vem nessas horas.
Abração

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping