domingo, outubro 01, 2006











GAZELA

Meu amor quando me olha,
com os seus olhos de gazela,
eu fico querendo ela,
meu desejo é só de amá-la.
Meu amor quando me mostra,
a sua boca de flor se abrindo,
não me quieto, já vou indo,
meu desejo é só beijá-la.
E ninguém convence a mim,
do absurdo, que o tempo muda,
um amor assim seguro,
que em tudo deseja amar.

Meu amor quando me toca,
com seus dedos de marfim,
eu me arrepio, e abro a boca,
e ponho ela dentro de mim.
E nuinguém a mim convence,
da loucura, que com o tempo,
a gente muda, e que o amor
mudará. Pois tive tempo,
de em tudo pensar e negar.
naeno:011006

Um comentário:

nina disse...

Naeno
obrigada pela visita e comentarios que là me deixaste
gostei do que li neste teu espaço e voltarei com prazer.
um beijinho e até breve.

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping