terça-feira, outubro 03, 2006













SAÍDA

Quando eu saí daqui,
já estava pronta a viagem,
meu peito cheio, a bagagem,
não quis falar, nem te ouvir.

Quando eu saí de ti,
foi como um parto tão fácil,
já estava fora a cabeça,
num dia tão luminoso.

naeno:apanhado

Um comentário:

luma disse...

Ora, ora! me "apanhou" também??
Li quase todo o seu blogue! hahahahaha e não imaginava ser descoberta!!
Aquela poesia é pra mim mesma? Que luxo!
Quanto ao estigma, adote-o! É ótimo!!

Obrigada! Beijus

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping