quarta-feira, novembro 29, 2006


MEU OLHAR

Meu olhar é preciso como um gira-sol
Que o como um vigia do dia, reparador,
Acompanha atentamente os movimentos do sol,
É ágil em seus movimentos, um predador,

Que não deixa sua presa movimentar-se sem,
Que outro movimento da mesma intensidade faça,
E olha e fixa-se e nunca se distrai, e nem,
Deixa-o solto ou fora do alcance do laço.

Meu olhar é como um tigre caçador
Que se lança já de manhãzinha à caça
E que quando ver uma lebre andar à toa
Dá-se num pulo devasto, um olhar que laça

Meu olhar é o de um vaqueiro na caatinga
Atrás do gado fora dos extremos da fazenda,
Que não se presta a ouvir só o badalo zunindo,
Não pestaneja, e se tudo veja, à caça é mais atento
.
naenorocha

3 comentários:

Leila Lopes disse...

O olhar ora longe, ora bem perto e fundo...

ferrus disse...

Um olhar completo. A capacidade de olhar vendo.
Um olhar bem descrito, o teu.
Muitos há que são cegos mesmo olhando.
Tenho pena desses.

Parabéns pela excelência.
Um abraço

Ana Paula disse...

Um olhar atento, movido pela intenção, pela intuição... Conhecedor, se fez experiente.

Beijos!

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping