terça-feira, novembro 21, 2006


NÃO FIZ

Tanto fiz, que não fiz,
e neste instante o que vale
é o que não fiz.
Não por não haver feito,
eu fiz,
mas fiz o que não quiz,
e neste momento
o que eu mais queria
foi o que não quiz.
Tanto fis que desfiz,
e a esta altura,
o que eu queria
era refazer o que desfiz,
ou nem ter feito, como quiz.
naenorocha

2 comentários:

(L)oca disse...

talvez por serem sentimentos meus, repetidos, eternos...este foi até agora o meu preferido.

João JR disse...

Deus!!!....havia uma certa pessoa que devia ler isto! Talvez percebesse o quanto não fez nada...ou o tanto que fez mal...ou melhor: fez tudo o que não devia, e não fez nada do que devia ter feito! e miseravelmente borrou a pintura da pior forma possível para ele pp...e há coisas irreparáveis na vida.principalmente qd se fala em valores humanos,sentimentos e quando envolvem até crianças estraga tudo da forma mais desastrosa do mundo....!
Sim, porque adultos, ainda suportamos crueldades mas os miudos não..têm que ter, ou deviam ter, um exemplo bom para seguir..e não vergonhas...! Ainda bem que há sempre alguém que se salva no meio da loucura dos homens.
A vida é tão bela para se desperdiçar com "nadas"....!
Parabéns Naeno, mais uma vez, tu tens um talento mt superior!e è tão raro...
Beijos

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping