terça-feira, novembro 07, 2006


REFLEXÕES

Se insinua o amor a entregar-se,
entre os distantes destinos,
o desejo de dar-se, um desatino,
indo largar-se, e já dar-se.

pensa dolente em voltar-se
à vida, aos sacrifícios,
não ter regaços onde inclinar-se
nem sonhos vãos como intetícios.

tudo cuidado, e o vazio seu,
vai se reformando, chegando a fio
com a certeza de que perdeu,

esgue-se agora, menos certeiro,
e para, e vê se deixou o carteiro,
alguma carta de longe, de um seu.

naenorocha

2 comentários:

anjoedemonio disse...

muito obrigada pelo teu comentário e pela tua visita!

volta sempre!:))))

dreia disse...

olá
td bem ???
nossa muito lindo aki
as mensagens maravilhosas
e obrigada pela visita
volte sempre
bjao

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping