sexta-feira, novembro 03, 2006














ESPERANÇA

Os campos repletos de flores,
os vastos prados azuis,
crianças brincam ao relento,
corpinhos brilhando nus.
É a festa que a primavera promove,
e é como se a vida renove,
nos homens as mesmas esperanças,
como cachaça que o cérebro envolve.
As flores se não catadas, fenecem
a alma em regaço entorpece,
de seus desejos que descem
como se tivesse aqui, quem pudesse
aliviar-lhe dos conflitos dela,
dar-lhe abrigo, comida e cama,
não sabe ela, que a Deus clamamos
homens, desespero, se chamam
.
naenorocha_________________________________________________________

2 comentários:

Geórgia disse...

Aqui os ipês estão floridos como esse da imagem. ;)

Joyce disse...

Bem, pude finalmente fazer uma visita mais calma, com direito a café regado a poesia. Tenho que agradecer a acolhida tão simpática e tão lírica.Obrigada.
Um abraço.
Joyce

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping