quarta-feira, novembro 01, 2006



TROCA JUSTA

Quanto tens em amor
Que se troque por outro amor,
Da mesma essência, do mesmo quilate.
A oferta é boa,
Quero saber só, se pra mim,
Que cheguei, assim à toa,
Tens as mesma inocência que eu,
E a clemência, em não ser
Do mesmo teu, o valor.
Mesmo assim trocarás,
O meu amor pelo teu,
Afinal no ajuste final,
Nenhum de nos se perdeu,
O amor que tens serás meu,
E o que eu darei em troca é teu.
naenorocha_________________________________________________________

Um comentário:

Flavynha disse...

Oi! Passei para retribuir a visita e dizer que concordo com o que vc falou... Não esperar muito do Lula porque o problema do país é BEM maior... eu sei...
Gostei muito do poema, é poema que se fala? Eu nunca sei... Mas é muito bonito.
Bjs

TERESINA

Sign by Dealighted - Coupons & Discount Shopping